Imprimir esta página

COMO USAR ADUBOS E FERTILIZANTES NO SEU JARDIM Destaque

Betonart Betonart Betonart

Quem não quer ter um Jardim colorido e cheio de vida? Além de todos os processos básicos e necessários para isso, também é importante nutrir o solo dessas flores e plantas. Pensando nisso, nesse material você vai entender como usar adubos e fertilizantes no seu Jardim. Continue a leitura e saiba mais!

            De fato o Outono é considerado a melhor estação para plantar novas mudas porque o clima está ameno, além de dar tempo suficiente para que as flores e plantas floresçam entre o final do Inverno e o início da Primavera. Para mais cuidados, de acordo com o atual clima, confira aqui.

            Contudo, como dissemos na abertura desse texto, o uso de adubos e fertilizantes também se fazem necessários. Isso porque o que permite um melhor desenvolvimento e florescimento das mudas é a correta aplicação dos nutrientes essenciais. Sem esse trabalho, pode ser possível que as flores nem desabrochem e as plantas não cresçam como precisam. E não queremos isso, né?

 

O USO DE ADUBOS

            A adubação é uma prática milenar que oferece nutrientes aos brotos. Atualmente existem muitas formas de adubação, com até fórmulas específicas para determinadas espécies, como para as orquídeas. Se você adubar bem o seu Jardim, ele crescerá de forma acelerada, com qualidade, e livre de pragas.

            Para usá-los, é importante que você preste atenção em:

  • Rótulos, verificando a composição;
  • Período em que a adubação deve acontecer.

Existem dois tipos de adubos para flores: os orgânicos e os inorgânicos. Os primeiros mencionados são extraídos de elementos naturais, como farinha de osso e esterco. Fáceis de conseguir, tendem a ser muito eficientes. Já os inorgânicos concentram propriedades fundamentais mais rapidamente, o que pode reverter situações de desnutrição, por exemplo.

Confira essas dicas em relação aos adubos orgânicos:

  • Não utilize estercos frescos, mal curtidos ou restos de alimentos e cascas diretamente no solo;
  • Deixe os elementos naturais curtirem por um tempo antes de utilizá-lo, suas respectivas fermentações naturais podem queimar ou apodrecer as raízes.

Da mesma forma, é bem interessante considerar os adubos inorgânicos porque um dos seus grandes benefícios é a concentração de nutrientes essenciais e de rápida absorção como Nitrogênio (N), Fósforo (P) e Potássio (K).

 

O USO DE FERTILIZANTES

            Fertilizantes são combinações de elementos importantes para as plantas, mas produzidos de forma sintética, e que igualmente tem o objetivo de desenvolver nutrientes para a terra das mudas do seu Jardim. Existem vários tipos de fertilizantes, como líquidos, concentrados, em pó solúvel, farelados e pastilhas.

            Independente do tipo de fertilizante utilizado, o processo deve acontecer na primeira fase pós-plantio, que é quando as plantas mais precisam se desenvolver. Mas atenção: não adube no período de dormência – aquele em que o crescimento estagna por questões mais extremas de clima, como frio ou seca.

  • Por isso, o Outono é a melhor época para investir no seu Jardim!
  • Mas cuide o dia e horário por causa da fertilização;
  • E preste atenção nas regas, pois auxiliam a regular os sais do fertilizante, o que evita uma desidratação da planta.

 

BÔNUS!

Depois de conferir todas essas dicas sobre como usar adubos e fertilizantes no seu Jardim e entender melhor sobre eles, atente-se para a quantidade que vai usar porque não quer dizer que quanto mais colocar, o desenvolvimento será mais acelerado e produtivo. As mudas têm uma capacidade limitada de absorção dos nutrientes, sendo que o excesso ficará no solo.

Encontre agora mesmo um de nossos revendores e conheça as nossas soluções para o seu ambiente. Nós concretizamos ele! Nosso WhatsApp é (51) 99965-0550 de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h às 17h30, e aos sábados, das 8h ao meio-dia.

Itens relacionados (por tag)